• Oficina de participação social do projeto Ruas Completas em Porto Alegre ouve moradores, comerciantes e frequentadores da rua sobre suas necessidades e preocupações

    João Alfredo, Cidade Baixa. Um dos três principais eixos do bairro mais boêmio de Porto Alegre. Uma rua marcada pela dualidade e alvo de polêmicas devido à movimentação noturna.

    Compartilhe

  • Ao longo de dois dias, as 12 equipes semifinalistas aprenderam sobre pitch, modelo de negócios, gestão de projetos, questões jurídicas e engajamento com o setor público

    À mobilidade, não cabe uma solução, mas soluções. Quando falamos de mobilidade, falamos de trânsito, carros, transporte coletivo, bicicletas, ciclovias e calçadas. Também falamos de congestionamentos, transporte sob demanda, deslocamentos cotidianos, pedestres. Em suma, falamos de pessoas que desejam ir de um lugar a outro com conforto, segurança e eficiência. Necessidades que esbarram em obstáculos também diários.

    Compartilhe

  • Gerente de Desenvolvimento Urbano fala da relação entre planejamento, mobilidade e sustentabilidade nas cidades

    Geógrafo ou urbanista? Henrique Evers, gerente de Desenvolvimento Urbano do WRI Brasil, mostra que é possível ser as duas coisas ao mesmo tempo. Depois de dedicar-se ao mapeamento do território, com foco nos Sistemas de Informações Geográficas (SIG), percebeu que também poderia desenvolver o papel de planejador urbano. A conexão entre os dois mundos ocorreu após se dedicar a projetos de mobilidade urbana. Henrique percebeu que havia uma sinergia importante entre coordenar a infraestrutura de transporte com as ações nos territórios das cidades.

    Compartilhe

  • A falta de informações estruturadas impede muitos gestores municipais de tomar decisões mais assertivas

    Este blog foi escrito por Pankaj BhatiaChristopher M. Ede-CaltonCassandra Etter-Wenzel e Daniely Votto, e publicado originalmente no WRI Insights.

    Compartilhe

  • Nova publicação do WRI Brasil traz orientações para a inclusão do Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável no planejamento urbano

    O Brasil é um país majoritariamente urbano. São 172 milhões de pessoas vivendo em áreas urbanas, ou 85% da população. Essas pessoas enfrentam as consequências de um modelo de desenvolvimento excludente e que hoje mostra sua face mais perversa, já que, via de regra, as pessoas com renda mais baixa são as mais afetadas. O crescimento acelerado e o planejamento voltado para o uso do carro resultaram em longos deslocamentos, pouca infraestrutura para serviços básicos e a falta de espaços públicos de qualidade.

    Compartilhe

  • Resource Watch reúne informações sobre os principais desafios do desenvolvimento sustentável enfrentados hoje pelo mundo

    Vivemos hoje um período sem precedentes – de visões cada vez mais polarizadas, informações falsas se espalhando a uma velocidade alarmante, fatos sendo desacreditados. Nossa confiança nas instituições se desgasta, e os tomadores de decisão responsáveis por garantir nosso bem-estar frequentemente não têm acesso aos dados de que precisam.

    Compartilhe

  • Mudar o paradigma da construção de ruas nas cidades brasileiras não exige, necessariamente, grandes investimentos

    Um dos aspectos que torna o conceito de Ruas Completas algo que qualquer cidade pode aplicar é a possibilidade de mudar o desenho de uma via sem um grande orçamento. Ao permitir intervenções intermediárias, a partir de materiais de uso temporário e baixo custo, como tinta, mobiliário, sinalização e outras alternativas, os projetos podem ser testados na vida real, antes que sejam feitos investimentos definitivos. Assim, a cidade pode experimentar e medir os impactos, para que as medidas definitivas façam jus ao investimento de recursos públicos mais elevados.

    Compartilhe

  • As equipes responsáveis pelos 12 projetos selecionados participarão de oficinas de capacitação e terão de convencer cidades a apoiarem os seus projetos

    Dos cerca de 100 projetos recebidos pelo Desafio InoveMob, 59 foram habilitados e avaliados pela Comissão Julgadora, que selecionou as 12 propostas semifinalistas. Abaixo, seguem em ordem alfabética:

    Compartilhe

  • Novo estudo do WRI Brasil avalia benefícios econômicos de 13 medidas de sustentabilidade para melhorar a eficiência de edificações

    Programas de habitação social de larga escala, como o Minha Casa, Minha Vida, são uma oportunidade de investir em práticas sustentáveis que podem melhorar a eficiência das edificações, gerando benefícios econômicos, sociais e ambientais. Essa é a conclusão da nova publicação lançada pelo WRI Brasil, que avalia os impactos de 13 medidas para aumentar a eficiência das edificações em programas de habitação de interesse social.

    Compartilhe

  • Na nova edição da série, conversamos com a Analista de Pesquisa Sênior do WRI Brasil

    "Sempre digo que minha carreira não é convencional e linear.”

    Assim Katerina começa a contar sobre sua trajetória.

    Filha de mãe brasileira e pai alemão, criada na Inglaterra, mestre com distinção pelo Imperial College London e hoje pesquisadora nas áreas de adaptação e resiliência climática urbana. Antes de ser escolhida, Katerina escolheu o WRI Brasil e, desde 2013, contribui para a produção de conhecimento e o trabalho da organização.

    Compartilhe

Pages

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis.

Increver-se