• O ano de 2016 chegou ao fim cheio de fatos para serem lembrados pela história. Agora, é tempo de projetar os desafios do ano que começa: como fazer o Brasil consolidar-se como uma liderança em políticas climáticas, florestais e urbanas para um futuro sustentável?

    Compartilhe

  • O ano de 2016 começou com expectativas otimistas após as diversas discussões e acordos ocorridos na Conferência das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas (COP 21). O Acordo de Paris, que foi estabelecido ao fim de dezembro de 2015, entrou em vigor no dia 04 de novembro de 2016, muito antes do esperado, representando um marco inédito e recorde em todas as negociações internacionais lideradas pela ONU.

    Compartilhe

  • O sistema BRT está presente em nove cidades brasileiras. Segundo o BRTData, são 858 quilômetros de sistemas de prioridade ao ônibus e BRT nas ruas e avenidas do país. A priorização de espaços para o transporte coletivo ainda pode crescer muito no Brasil e os atuais projetos em andamento comprovam isso.

    Compartilhe

  • Enquanto o planeta se prepara para uma virada do ponto de vista energético, rumo a uma economia de baixo carbono, o Projeto de Lei 1013/11, em discussão na Câmara dos Deputados, prevê liberar a produção de automóveis movidos a diesel no Brasil. Proposto em 2011 e arquivado no final de 2014, o texto voltou à pauta no início de 2015 e entrou na agenda de votação em novembro deste ano.

    Compartilhe

  • O corpo técnico das cidades brasileiras ganha mais um auxílio para a qualificação dos projetos de infraestrutura do país.

    Compartilhe

  • Os gestores que participaram da missão técnica ao Reino Unido conversaram conosco para contar o que aprenderam com a viagem e quais são os desafios na implementação de iniciativas de cidades inteligentes no Brasil.

    Leia a entrevista com Celio Bouzada, da BHTRANS e João Domingos Azevedo, do Instituto Pelópidas Silveira (Recife).

    Depois de conhecermos várias iniciativas de smart cities, para você, o que são cidades inteligentes?

    Compartilhe

  • No último dia do workshop “Estratégias de Incentivo ao Ciclismo Urbano em Fortaleza”, sociedade civil contribuiu com as ideias do PAITT

    No processo de planejamento da cidade, o ideal é que sejam ouvidas as pessoas que vivem nela todos os dias. Esse foi o foco do último dia do workshop “Estratégias de Incentivo ao Ciclismo Urbano em Fortaleza”, realizado pelo WRI Brasil Cidades Sustentáveis com o apoio da Iniciativa Global em Segurança Viária da Bloomberg Philanthropies, que reuniu ciclistas para procurar soluções para uma das conexões de Fortaleza.

    Compartilhe

  • A iniciativa multilateral Open Government Partnership (OGP) reuniu, nos dias 7 a 9 de dezembro, em Paris, representantes de dos 70 países membros e centenas de organizações de sociedade civil para a Cúpula Global de Governo Aberto 2016. Cerca de três mil pessoas, incluindo Chefes de Estado, ministros, pesquisadores, entre outros, compartilharam experiências para fazer avançar a agenda de governo aberto. 

    Compartilhe

  • Iniciativas do Reino Unido apontam que o futuro da mobilidade se baseia na análise de dados sobre as necessidades de transporte da população

    Parece difícil de acreditar, mas os ingleses não estão completamente satisfeitos com o transporte público de Londres.  A primeira desilusão é com o custo, que é alto e representa cerca de 20 % da renda familiar. Duas em cada três pessoas acreditam que o transporte precisaria ser mais barato e melhor. Apesar da cidade contar com uma rede ampla e extensa de transportes com capacidade de realizar 11 milhões de viagens diárias, as pessoas gostariam de mais.

    Compartilhe

  • Segundo dia do workshop em Fortaleza foi voltado para a mobilidade corporativa

    Fortaleza, capital do Ceará, tem um importante objetivo para o transporte ativo: pretende ser a cidade mais ciclável do Brasil. Pode parecer audacioso, mas os caminhos que vem trilhando estão direcionados para que isso seja uma realidade em breve.

    Compartilhe

Pages

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. Increver-se