Março 2018

Na nova edição da série, conversamos com a Analista de Pesquisa Sênior do WRI Brasil

"Sempre digo que minha carreira não é convencional e linear.”

Assim Katerina começa a contar sobre sua trajetória.

Filha de mãe brasileira e pai alemão, criada na Inglaterra, mestre com distinção pelo Imperial College London e hoje pesquisadora nas áreas de adaptação e resiliência climática urbana. Antes de ser escolhida, Katerina escolheu o WRI Brasil e, desde 2013, contribui para a produção de conhecimento e o trabalho da organização.

Compartilhe

Novo estudo do WRI Brasil, em parceria com Ministério das Cidades, calcula os custos com infraestrutura de transporte e equipamentos públicos nos empreendimentos do MCMV em três cenários

Direito à moradia é mais do que habitação: abrange também o acesso a mobilidade, infraestrutura urbana, equipamentos comunitários e serviços públicos, como escolas e hospitais. Assim, quando falamos de habitação social, a inserção urbana dos empreendimentos – ou seja, se estão localizados em áreas bem atendidas por serviços ou distantes e desconectadas dos centros – influenciará de forma significativa não só a qualidade de vida dos moradores e o quanto gastarão para ter acesso às oportunidades, mas também os custos que a cidade terá para construir e manter as novas infraestruturas.

Compartilhe

No Dia Internacional das Florestas, destacamos quanto o bem-estar das cidades depende desses ecossistemas

Este post foi escrito por Frances Seymour e publicado originalmente no WRI Insights e na Revolve Magazine.  

Compartilhe

Cidades pretendem dar escala às ações que já vêm gerando resultados positivos na redução de acidentes viários

O Brasil registra atualmente cerca de 38 mil mortes a cada ano em decorrência de acidentes de trânsito e mais da metade das vítimas são pedestres, ciclistas e motociclistas. Esse número alto e é um resultado claro da falta de segurança viária nas cidades. Duas grandes capitais brasileiras, São Paulo e Fortaleza, já estão reduzindo seus índices de fatalidades no trânsito através de medidas como velocidades mais baixas nas vias e readequação de infraestruturas viárias.

Compartilhe

Na próxima etapa, 12 semifinalistas serão selecionados para avançar no Desafio e apresentar seus projetos às cidades

Em busca de soluções inovadoras para o futuro da mobilidade, Toyota Mobility Foundation e WRI Brasil lançaram o Desafio InoveMob. Nos últimos dois meses, participantes de todo o Brasil enviaram suas ideias para melhorar a mobilidade nos chamados Centros de Atividades, áreas que geram um alto número de deslocamentos, como estações e terminais de transporte coletivo, distritos industriais, escolas, centros comerciais, universidades e hospitais.

Compartilhe

WRI Brasil e Frente Nacional de Prefeitos promovem série de seminários online para debater a implementação de Ruas Completas nas cidades brasileiras

As Ruas Completas são projetadas para garantir que todos possam realizar seus deslocamentos com conforto e segurança, independentemente do meio de transporte utilizado. Trata-se de uma quebra de paradigma no planejamento das vias urbanas.

Compartilhe

Seja nos casos de assédio e violência sofridos no dia a dia, ao se deslocar pela cidade, ou na pouca participação nos processos de tomada de decisão, as mulheres ainda enfrentam desafios significativos quando o assunto é mobilidade. Um ambiente urbano mais seguro e equitativo para as mulheres depende da compreensão de que a violência não é apenas física – tem entre suas causas não apenas agressões diretas, mas também a maneira como a própria cidade é planejada e construída.

A voz das mulheres precisa ser ouvida.

Compartilhe

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis.

Increver-se