Outubro 2016

Este post foi escrito originalmente por Alyssa Fischer e Holger Dalkmann e publicado originalmente no WRI Insights.

 

Compartilhe

Pesquisa realizada pelo WRI Ross Center for Sustainable Cities analisou os potenciais impactos e desafios de implementar iniciativas globais do setor de transportes para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Este texto foi originalmente publicado no site do WRI Ross Center for Sustainable Cities.

Compartilhe

O Brasil assumiu um papel importante nas negociações realizadas em Paris, em dezembro do ano passado, na 21ª Conferência do Clima (COP 21), tendo entrado até mesmo no chamado High-Ambition Coalition, grupo de países com o objetivo comum de aprovar metas mais ambiciosas para o acordo. Passado um ano, a COP 22 irá discutir as ações concretas que deverão ser tomadas para o cumprimento e a entrada em vigor do tratado.

Compartilhe

Durante a emoção do encerramento da Habitat III, em Quito, logo após a aprovação da Nova Agenda Urbana, o Diretor Executivo da ONU-Habitat, Joan Clos, declarou que "a viagem para o futuro urbano sustentável está apenas começando".

Compartilhe

A quinta-feira (20) marcou o quarto e último dia da Habitat III, que concentrou centenas de painéis, sessões e eventos sobre como melhorar a vida nas cidades, em Quito, no Equador. Líderes globais, cidadãos, líderes comunitários, mulheres e homens de negócios, jovens e diversos especialistas em planejamento urbano usaram o espaço para dar voz às milhões de pessoas que habitam as cidades do mundo.

Compartilhe

Delegação convidada pelo WRI Brasil Cidades Sustentáveis participou do evento e volta com novas experiências para atingir os objetivos da Nova Agenda Urbana

Mais do que apenas decidir uma visão para as cidades nos próximos 20 anos, a Habitat III, em Quito, foi uma oportunidade de encontro para todos que irão trabalhar nesse objetivo.

Compartilhe

Encontro de municípios em 2017 vai discutir o desenvolvimento sustentável sob a ótica da Nova Agenda Urbana e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) aproveitou o momento de discussão sobre o futuro das cidades durante a Habitat III, em Quito, no Equador, para lançar as pautas e o planejamento para o IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que será realizado entre 24 e 28 de abril de 2017.

Compartilhe

Qual a razão para que 2,5 bilhões de pessoas escolham as cidades para viver nas próximas duas décadas? Os conglomerados urbanos se tornam atraentes simplesmente porque podem oferecer acesso aos serviços mais básicos e a possibilidade de prosperar. Um dos desafios centrais da Habitat III é fazer com que as cidades se tornem inclusivas e democráticas.

Compartilhe

A Nova Agenda UrbanA (NAU), que deve ser aprovada ao final da Habitat III, em Quito, vai unir os países em torno de uma visão comum para as cidades nas próximas duas décadas.

Compartilhe

Todos os dias, 1,8 bilhão de crianças no mundo vão para a escola. Caminham pelas calçadas, cruzam avenidas, algumas até mesmo rodovias. E, todos dias, 500 delas não chegam para as aulas, vítimas de acidentes de trânsito. Essa é uma realidade que precisa ser transformada.

Compartilhe

Este post foi escrito por Alex Rogala e publicado originalmente no TheCityFix.

***

Compartilhe

Este post foi escrito por Alex Rogala e publicado originalmente no TheCityFix.

***

Compartilhe

Este texto foi escrito por Holger Dalkmann, Dario Hidalgo and Thet Hein Tun e foi originalmente publicado no site do WRI.

***

Compartilhe

Novo relatório do WRI avalia se ampliar o acesso a serviços urbanos básicos pode estabelecer as bases para o crescimento urbano mais sustentável

Em todas as partes do mundo, cidades que passam por um rápido processo de crescimento estão encontrando dificuldades em atender demandas básicas de seus moradores, com serviços como habitação, água, energia e transporte – um desafio que aumenta na medida em que crescem as populações de baixa renda vivendo nas áreas urbanas.

Compartilhe

Com a alteração, cidades terão até abril de 2019 para entregar seus planos

As cidades terão mais tempo para concluir seus Planos de Mobilidade Urbana. Nesta quinta-feira (13), o governo federal publicou no Diário Oficial da União a medida provisória (MP) que altera a Lei 12.587 de 3 de janeiro de 2012, que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU). Com a alteração, o prazo de elaboração dos planos passa de três para sete anos.

Compartilhe

Uma oportunidade para reunir a comunidade global e ajudar a criar cidades sustentáveis, igualitárias e prósperas para o futuro

Confira as últimas notícias sobre a Habitat III

Compartilhe

Representantes de Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador e Recife terão a oportunidade de trocar experiências com cidades de todo o mundo

A visão de futuro das cidades para as próximas duas décadas vem sendo debatida por líderes globais e será definida na Habitat III, em Quito, no Equador, entre 17 e 20 de outubro. A Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável ocorre em um momento crucial para o futuro do planeta: até 2050, outros 2,5 bilhões de pessoas irão viver nas cidades.

Compartilhe

A demanda por transporte nas grandes cidades é originada principalmente pelo movimento pendular entre casa-trabalho-estudo-casa da população. Sendo assim, é clara a necessidade de uma maior participação do setor privado na busca pela melhoria da mobilidade urbana. A cidade de Belo Horizonte aparece como pioneira ao fomentar essa prática na América Latina.

Compartilhe

Este texto foi escrito por Robin King e publicado originalmente no site do WRI.

Compartilhe

Este texto foi escrito por Michael Westphal, Sarah Martin e David Satterthwaite e publicado originalmente no site do WRI.

Compartilhe

A ratificação do Acordo de Paris representa um momento histórico para enfrentar o maior desafio da humanidade e a transição para um futuro mais resiliente e com menos emissão de carbono. Graças aos esforços de muitos líderes globais, o Acordo entrou em vigor muito mais rápido do que o esperado. Após a ratificação da União Europeia e de um número grande de países que já tinham completado seus processos nacionais de aprovação, o Acordo conseguiu se tornar lei internacional com o apoio de 55 países, representando 55% das emissões.

Compartilhe

WRI apresenta pesquisas para ajudar a criar cidades onde as pessoas possam viver, se deslocar e prosperar

Este texto foi escrito por Victoria A. Beard, Anjali Mahendra, Michael Westphal e publicado originalmente no site do WRI.

***

Compartilhe

Este texto foi escrito por  e publicado originalmente no TheCityFix.

***

Compartilhe

Novo estudo da New Climate Economy aponta os investimentos necessários para garantir o desenvolvimento urbano sustentável e reduzir os riscos das mudanças climáticas

O investimento em infraestrutura sustentável é a chave para vencer três desafios comuns a cidades em diversas partes do mundo: reacender o crescimento, atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU e combater as mudanças climáticas, conforme prevê o Acordo de Paris.

Compartilhe

A inovação nas cidades pode nascer a partir do bom uso e do compartilhamento de dados que ajudem a solucionar problemas dos cidadãos. Aquelas que sabem trabalhar bem com as informações geradas, seja por pesquisas ou tecnologia, estão um passo à frente na busca por um projeto mais voltado para as necessidades das pessoas. No entanto, os órgãos das prefeituras devem trabalhar de maneira integrada e conectada para realmente entender os problemas que enfrentam.

Compartilhe

Com o crescimento do tráfego de veículos nas grandes cidades, o desafio de encontrar soluções recai sobre o poder público, que busca nos investimentos em transporte coletivo e qualificação da infraestrutura melhorar a mobilidade e diminuir a perda econômica gerada por esse tipo de problema. No entanto, não se deve apenas focar na oferta de serviços, mas também em como gerir a demanda por transporte.

Compartilhe

Lançamento aconteceu na última quinta-feira (29) e marcou a ampliação do escopo de atuação do WRI no México

Nos últimos 13 anos, o CTS EMBARQ México teve um significativo impacto na promoção da mobilidade e do desenvolvimento urbano sustentável para as cidades mexicanas. Agora, a organização dá um passo adiante e se torna o WRI México. A mudança permitirá que a instituição usufrua dos recursos globais do World Resources Institute (WRI) para enfrentar os desafios do México rumo a um futuro mais sustentável.

Compartilhe

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. Increver-se