Janeiro 2015

As áreas urbanas serão lar para mais 2,5 bilhões de pessoas em 2050 e, na mesma década, 75% da infraestrutura urbana que existirá nas cidades ainda não foi construída. O tema é pertinente e urgente, pois as decisões tomadas hoje pelos líderes urbanos serão o legado para as futuras gerações.

Compartilhe

2015 é um ano de extrema importância para a agenda do desenvolvimento sustentável global no qual as cidades irão desempenhar um papel central. As decisões globais relevantes ao longo dos próximos 12 meses vão oferecer oportunidades para desbloquear o potencial das cidades e melhorar a qualidade de vida de bilhões de pessoas em todo o mundo.

Compartilhe

Em São Paulo, a qualidade de vida na cidade é estável para metade da população e melhorou um pouco ou muito, em relação ao último ano, para 37%. É o que mostrou a edição de 2015 da pesquisa IRBEM (Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município), que avalia o nível de satisfação dos paulistanos em relação à qualidade de vida e ao bem-estar na cidade.

Compartilhe

As mudanças climáticas já são realidade, por isso é fundamental que nossas cidades estejam preparadas para reerguer-se rapidamente após eventos extremos a fim de garantir o desenvolvimento da cidade e das pessoas. Com foco nisso, o Rio de Janeiro lançou o Rio Resiliente, um

Compartilhe

Legislação inédita destina 5% das vias urbanas para a construção de ciclovias e ciclofaixas interconectadas ao centro da cidade e integradas ao transporte coletivo

​A capital paranaense, Curitiba, é a primeira cidade brasileira a ter uma norma que destina 5% das vias urbanas para a construção de ciclofaixas e ciclovias. A Lei n.º 14.594, conhecida como “Lei da Bicicleta”, foi sancionada pelo prefeito Gustavo Fruet e institui a bicicleta como modal de transporte regular de interesse social.

Compartilhe

Cidade é uma das cinco escolhidas pelo Ministério das Cidades para aplicação piloto do SIMU

Municípios e cidadãos brasileiros terão à disposição uma plataforma online de informações unificadas sobre mobilidade urbana. Trata-se do SIMU - Sistema Integrado de Mobilidade Urbana, ferramenta ainda em fase piloto criada pela Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana (SeMob) do Ministério das Cidades com apoio técnico da EMBARQ Brasil e outras instituições ligadas ao setor.

Compartilhe

Por Ani Dasgupta e Pierre Guislain

O ano passado marcou um importante ponto de virada: pela primeira vez, metade da população mundial está vivendo em áreas urbanas. As cidades, atualmente, adicionam 1,4 milhão de pessoas por semana e este crescimento vem com novos edifícios, ruas e sistemas de transporte.

Compartilhe

Luis Antonio Lindau participou da sessão que debateu políticas públicas de mobilidade

Na última sexta-feira, 16, o Diretor-presidente da EMBARQ Brasil, Luis Antonio Lindau, foi o moderador do painel Effective Urban Transport Policy – Making and Implementation (Políticas de Transporte Urbano Efetivas – Desenvolvimento e Implementação), que contou com a participação de Sherielysse R.

Compartilhe

Após apresentação de estudo sobre o sistema de transporte da cidade mineira, prefeitura recebe sugestões para licitação do sistema. Por Rafael Antunes / G1 Zona da Mata

Foi realizada, na tarde desta segunda-feira (19), uma audiência pública para apresentar um estudo encomendado pela Prefeitura de Juiz de Fora que traçou o diagnóstico do transporte público na cidade. Segundo o levantamento, apenas duas empresas ou consórcios serão contemplados na licitação a ser feita pelo Executivo, e elas deverão prestar o serviço em três áreas operacionais.

Compartilhe

Os gastos financeiros de quem teve carro no último ano somaram, em média, 13,2 mil reais, o equivalente a quase 17 salários mínimos.

Compartilhe

Esse ano, a EMBARQ Brasil celebra uma década de atuação. O 10º aniversário acontece num importante momento da mobilidade e do desenvolvimento urbano no país. As cidades desenvolvem projetos de mobilidade sustentável, contam com recursos do PAC para torná-los realidade, e estão construindo seus planos de mobilidade, previstos pela Política Nacional de Mobilidade Urbana – uma diretriz para reverter a lógica centrada no carro e transformar a vida de milhões de brasileiros.

Compartilhe

Encontro, em Washington D.C., reuniu pesquisadores e profissionais do mundo inteiro

Investimentos em transporte coletivo proporcionam às cidades uma grande oportunidade para redesenhar o seu ambiente urbano. Um bom projeto de sistema de prioridade ao ônibus pode reduzir o número de acidentes de trânsito, as emissões de gases do efeito estufa e poluentes locais e aumentar a atividade física de quem o utiliza.

Compartilhe

Por Holger Dalkmann e Jose Luis Irigoyen

Todos os anos, mais de 1,2 milhão de pessoas morrem em acidentes de trânsito no mundo, o equivalente à queda diária e sem sobreviventes de quase cinco aviões Boeing 747. Enquanto as economias crescerem acompanhadas pelo aumento da posse de automóveis individuais, o número de acidentes e fatalidades no trânsito continuará a subir.

Compartilhe

A qualificação do planejamento e do projeto de sistemas prioritários ao ônibus pode beneficiar 31 milhões de pessoas diariamente

Um dos principais desafios associados à rápida urbanização global é a forma de garantir a segurança no trânsito das cidades. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 1,2 milhão de pessoas morrem nas vias a cada ano no mundo, e, sem intervenção, os acidentes de trânsito poderiam se tornar a quinta maior causa de morte em 2030.

Compartilhe

Sustainable Transport Award 2015 (STA) acaba de revelar, em cerimônia em Washington DC na noite de terça-feira (13), seus grandes vencedores. A premiação global é concedida a uma cidade que tenha implantado projetos inovadores e de destaque no campo do transporte sustentável durante o último ano. Todo ano, uma só cidade com as melhores práticas é escolhida como agrande vencedora. Neste ano, no entanto, o STA decidiu reconhecer três cidades brasileiras.

Compartilhe

A cidade de Joinville assinou, na última quinta-feira (8), um contrato de 105 milhões de reais com a Caixa Econômica Federal, referente ao compromisso do PAC 2 Mobilidade Médias Cidades. Os recursos serão aplicados no maior investimento da história da cidade em projetos de qualificação do sistema viário urbano.

Compartilhe

Por Luis Antonio Lindau, diretor-presidente da EMBARQ Brasil

A cidade é um organismo que depende do movimento de pessoas e cargas para oxigenar sua vida. Mas esta circulação essencial, se mal executada, pode comprometer a qualidade da vida urbana.

Compartilhe

Em 1997, Bogotá era um dos lugares mais improváveis para protagonizar uma transformação urbana.

Compartilhe

De mudanças climáticas à redução da pobreza, 2015 é um ano de grande oportunidade para levar adiante os progressos em transporte sustentável e cidades inclusivas. Chefes de Estado, prefeitos e lideranças globais se reunirão em Washington D.C. para discutir políticas e oportunidades de avanço para o crescimento urbano inteligente e sustentável.

 

Compartilhe

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. Increver-se