• A Associação Latino-Americana de Sistemas Integrados e BRT (SIBRT), que tem secretaria técnica da Rede EMBARQ, escolheu Curitiba como cidade anfitriã do seu Encontro de Constituição, que acontecerá de 14 a 16 de abril. "Foi aqui que nasceu o conceito de transporte rápido de ônibus, e daqui espalhou-se para o mundo. Estamos honrados com o interesse de Curitiba neste projeto e seremos seus paladinos", afirmou o diretor da EMBARQ para a América Latina, Luis Gutierrez.

    Compartilhe

  • A solução do problema da mobilidade urbana, na visão de Luis Antonio Lindau, requer um conjunto de medidas que passam pelo desestímulo ao uso do automóvel, pela melhoria do Transporte Coletivo e pelo incentivo ao transporte não motorizado, além da integração do uso do solo e o transporte. Essas medidas foram apresentadas pelo presidente do CTS-Brasil na Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010. Para Lindau, o Transporte Coletivo eficiente é o caminho mais rápido e de menor custo para evitar o caos urbano, o que exige vontade política do gestor público.

    Compartilhe

  • As cidades de médio porte, que têm entre 100 e 500 mil habitantes são as que mais crescem nos países em desenvolvimento. Garantir o seu crescimento, mas ao mesmo tempo preservar as características que as diferenciam das metrópoles é o desafio de prefeitos, gestores públicos e da comunidade em geral. O tema foi debatido no 1º Encontro Internacional de Cidades de Médio Porte, dentro da Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010.

    Compartilhe

  • Durante quatro dias (10 a 13 de março), especialistas de diferentes áreas, correntes políticas e de planejamento urbano estiveram reunidos no Cietep, em Curitiba, durante a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras (CICI2010) promovida pela Federação das Indústrias do Paraná (FIEP). “O que estamos fazendo nesta semana é reconhecer a importância das cidades para a busca pela sustentabilidade. É um desafio que só vamos superar falando uns aos outros de nossas boas práticas, de nossos erros e acertos.”, afirmou Richard Barnes, vice-prefeito Londres.

    Compartilhe

  • Em reconhecimento à participação na seleção do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, o Comitê Olímpico Brasileiro enviou ao CTS-Brasil um diploma em que elogia o trabalho realizado. A parceria teve início em março de 2008, quando o COB contratou consultores brasileiros renomados, que buscaram o apoio do CTS-Brasil para a simulação dos sistemas BRT incluídos na candidatura da cidade.

    Compartilhe

  • Foto: Luciano Lanes/PMPA

    A ciclovia no bairro Restinga finalmente se tornará realidade. A primeira obra dos 495 km do Plano Diretor Cicloviário de Porto Alegre promete transformar a mobilidade urbana daquela região da cidade. “Esta obra vai fazer parte vida dos moradores, que poderão utilizar o novo modal para trabalho e lazer", comentou o prefeito José Fogaça, na cerimônia de início das obras, realizada na semana passada (22/02/2010).

    Compartilhe

  • A FedEx, a Rede EMBARQ e o Centro de Transporte Sustentável do México uniram-se para criar uma rede nacional de mobilidade urbana sustentável. Ao doar US$ 500 mil para o projeto, a FedEx contribui para melhorar a qualidade de vida dos mexicanos que durante dois anos terão consultoria, assistência técnica e assessoria no planejamento de projetos de infraestrutura e mobilidade por parte dos técnicos da Rede EMBARQ e CTS-México.

    Compartilhe

  • Para avaliar o andamento dos trabalhos e elaborar o calendário de ações e prazos até a entrada em operação dos Portais da Cidade, o CTS-Brasil organizou um workshop nos dias 27 e 28 de janeiro, em Porto Alegre, em parceria com a Prefeitura e a CAF (Corporação Andina de Fomento). A diretora do CTS-México, Adriana Lobo, veio a Porto Alegre convidada pelo CTS-Brasil para aplicar a metodologia do caminho crítico utilizada pela Rede EMBARQ para identificar riscos, mapear atividades, responsabilidades e prazos dos projetos de transporte sustentável.

    Compartilhe

  • Foto: Prefeitura de Porto Alegre

    O governo federal investirá R$ 7,68 bilhões do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) em obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo 2014. A verba a ser repassada por meio do Pró-Transporte, um programa do Ministério das Cidades, destina-se a 47 projetos que vão melhorar a infaestrura aeroportuária, de transporte e de hotelaria nas 12 cidades que sediarão os jogos (Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo).

    Compartilhe

  • O ano de 2010 já começou trazendo novidades: a partir de primeiro de janeiro, todo abastecimento feito com óleo diesel tem o novo percentual de 5% de biodiesel. A mistura B5 ajudará a reduzir em 3% a emissão de CO2 da queima do combustível no Brasil, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A entidade também afirma que será possível uma economia de US$ 1,4 bilhão devido à queda das importações de diesel.

    Compartilhe

Pages

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. Increver-se