Porto Alegre (RS)

Constituída com a chegada dos casais açorianos em meados do século XVIII, a capital gaúcha desenvolveu-se margeada pelas águas do Lago Guaíba. Porto Alegre está entre as capitais mais arborizadas do país e é também um dos principais exemplos brasileiros em gestão pública democrática: a capital do Rio Grande do Sul foi pioneira na implementação do Orçamento Participativo em 1989. A cidade abriga uma população de 1,4 milhão de habitantes. 

Nos últimos anos, Porto Alegre vem dedicando atenção especial às mudanças climáticas. Desde 2013, quando foi selecionada pela Fundação Rockefeller para participar do desafio 100 Cidades Resilientes, a capital gaúcha trabalha na implementação de ações estratégicas para alavancar a resiliência. A forte tempestade que atingiu a cidade em janeiro de 2016, deixando 450 mil residências sem luz e cerca de 300 árvores caídas, contribuiu para que esse trabalho fosse intensificado. Em abril do mesmo ano, depois de lançar sua Estratégia de Resiliência, a cidade foi a primeira do Brasil a firmar compromisso com a eficiência energética dos edifícios e passou a integrar a rede do Building Eficciency Accelerator. O WRI Brasil Cidades Sustentáveis é parceiro da cidade nesse processo.

  • Indicadores de Resiliência Individual: realizada em outubro de 2015, a oficina avaliou o quanto a população de Porto Alegre está preparada para a ocorrência de eventos extremos, bem como a capacidade de recuperação. O WRI Brasil formulou indicadores de resiliência pessoal, divididos em seis grupos: coesão social, extensão institucional, percepção de risco, conhecimento e competências, comunicação e recursos econômicos. O trabalho em parceria contribuiu para o desenvolvimento e lançamento da Estratégia de Resiliência de Porto Alegre. Saiba mais.
  • Eficiência em edificações: em 2016, Porto Alegre se tornou a primeira cidade brasileira a integrar a rede do Building Eficciency Accelerator, selando o compromisso com a eficiência energética dos edifícios. A plataforma desenvolvida pelo WRI em parceria com a SE4ALL (Sustainable Energy For All) estabelece medidas para aprimorar a eficiência energética das cidades signatárias, como a construção de políticas públicas e o envolvimento de representantes da sociedade civil no planejamento e na avaliação de ações e projetos. Saiba mais.

Fique Ligado

Newsletter

Inscreva-se para receber a newsletter do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. Increver-se